HORÁRIO DE ATENDIMENTO:
Seg. a Sex. das 8h às 18h

Tendinites do Quadril

A tendinite no quadril é considerado um problema muito comum em atletas que utilizam em excesso os tendões localizados nessa região, fazendo com que fiquem inflamados e causem sintomas como dor ao caminhar, que irradia para a perna, ou ainda dificuldade para mexer uma ou as duas pernas.

Na maioria dos casos, a tendinite no quadril afeta atletas que praticam atividades físicas que envolvam o uso excessivo das pernas, como corrida, ciclismo ou futebol, mas também pode surgir em idosos devido ao desgaste progressivo da articulação do quadril.

De modo geral, essa doença tem cura, no entanto, as chances são maiores em pessoas jovens que fazem fisioterapia.

Quais as causas da tendinite no quadril?

A tendinite no quadril está associada tanto às atividades esportivas, quanto pelas condições apresentadas na rotina profissional. No entanto, o quadro é o mesmo, no qual ocorre a inflamação dos tendões dos músculos dos glúteos com dor que irradia para a coxa.

Sendo assim, suas causas estão relacionadas aos esforços excessivos e repetitivos, posições viciosas indo além da capacidade que o tendão pode suportar e a falta de alongamento na região.

Porém, a tendinite no quadril ainda pode surgir por lesões diretas , como um golpe no tendão, além de distúrbios inflamatórios, como artrite reumatoide, osteoartrite  e infecções à distância.

É válido ressaltar que a tendinite é mais comumente observada em pessoas com mais de 40 anos, já que o risco e a gravidade dos sintomas normalmente aumentam com a idade.

Sabemos que a tendinite pode acontecer em quase qualquer parte do corpo, mas no quadril, são mais comuns as tendinite do Músculo Psoas, Reto Anterior, Glúteos Médio e Mínimo, Banda Ílio-Tibial e Inserções musculares no Ísquio.

Principais sintomas da tendinite no quadril

De acordo com o ortopedista especialista em quadril, os sintomas de tendinite no quadril podem incluir:

  • Dor no quadril, que piora ao longo do tempo;
  • Dor no quadril, que irradia para a perna;
  • Dificuldade para movimentar as pernas;
  • Cãibras nas pernas, especialmente após longos períodos de repouso;
  • Dificuldade para caminhar, sentar ou ficar deitado sobre o lado afetado.

É fundamental que o paciente com sintomas de tendinite no quadril consulte um ortopedista especializado para fazer um exame físico, diagnosticar o problema e iniciar o tratamento adequado o mais rápido possível.

Como é feito o tratamento para tendinites do quadril

Após o diagnóstico de tendinite no quadril, o ortopedista pode recomendar o uso de remédios anti-inflamatórios, como Ibuprofeno, e também que o paciente faça fisioterapia que inclui um conjunto de exercícios que ajudam a aliviar a pressão sobre os tendões, diminuindo a dor.

Já para os casos mais graves, o tratamento para tendinite no quadril pode incluir cirurgia para retirada de lesões nos tendões ou para substituir a articulação do quadril, especialmente no caso de pacientes idosos.

Ou seja, o tratamento da tendinite envolve três elementos: restrição de movimento do tendão afetado; redução da inflamação; e reabilitação do tendão lesionado, articular e muscular.

O principal objetivo do tratamento é evitar a realização de qualquer movimento que possa inflamar ainda mais a condição. Dependendo do local da tendinite no quadril, o profissional ainda pode sugerir que o paciente evite tarefas simples e cotidianas, como dirigir, até que os sintomas estejam totalmente resolvidos.

Nos indivíduos com tendinite recorrente, as injeções de corticosteróides podem ser usadas para fornecer alívio de curto a médio prazo. No entanto, deve-se evitar o uso excessivo, pois pode enfraquecer o tendão ao longo do tempo e aumentar o risco de ruptura.

Como falado, a tendinite no quadril, independentemente do local afetado, tem cura e pode ser tratada, na maioria das vezes, de forma rápida e simples.

Por isso, em caso de dor na região do quadril, não hesite em procurar um ortopedista especialista em quadril para que ele faça o diagnóstico do problema apresentado e indique o melhor tratamento para o seu caso. 

Em caso de dúvida, entre em contato com a nossa clínica e agende uma consulta com o Dr. Daniel Daniachi, ortopedista, traumatologista  e cirurgião especialista em quadril.

INFORMAÇÕES DO AUTOR:

Dr. Daniel Daniachi Ortopedista e Traumatologista especialista em cirurgia do quadril

Formado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP), possui residência médica em Ortopedia e Traumatologia pela mesma instituição de ensino e subespecialização em Cirurgia do Quadril.
Registro CRM-SP nº 117036.

Cuide do seu quadril

Agende uma consulta com um especialista!

AGENDE SUA CONSULTA

Blog e Artigos

artroplastia do quadril

No decorrer da vida é muito comum que algumas das articulações do nosso corpo fiquem bastante desgastadas.  Por isso, com o passar dos...

Basicamente, os ossos formam a estrutura que dá suporte aos tecidos moles do corpo e protegem os órgãos vitais, como o coração e cérebro. E o...

Pubalgia tem cura?

Antes de tudo, é importante saber que o púbis é o osso localizado na região inferior da pelve, fazendo parte do anel pélvico, que, por sua vez,...