HORÁRIO DE ATENDIMENTO:
Seg. a Sex. das 8h às 18h

A ciatalgia, ou dor ciática, é uma condição caracterizada por incômodos sentidos no trajeto de todo o nervo ciático.

O nervo ciático se inicia no final da coluna, passando pelos glúteos, parte de trás das coxas e vai até o joelho.

Pessoas acometidas por essa doença sentem fortes dores, dormências e/ou formigamentos de um dos lados do corpo, geralmente sentidos entre o quadril e o calcanhar.

Esse incômodo é causado pela compressão do nervo ciático ao longo de sua extensão.

Geralmente a dor ciática não exige tratamentos invasivos e pode ser tratada com o uso de medicamentos.

Porém, existem casos em que a condição provoca alterações na força muscular, no sistema urinário e digestivo, por exemplo.

Nesses casos, intervenções mais invasivas podem ser consideradas pelos médicos.

Em razão disso, hoje vamos falar dessa condição de saúde, confira! 

Quais as causas da ciatalgia?

Na esmagadora maioria dos casos de ciatalgia, a causa da doença está ligada à compressão das raízes do nervo ciático.

A seção da coluna onde esse contato acontece é sempre entre a 4ª e 5ª vértebras lombares e entre a 5ª vértebra lombar e a 1ª vértebra do sacro.

Dessa região emergem os nervos L5 e S1 que, ao se unirem, formam o nervo ciático.

Qualquer alteração nesta área pode causar os sintomas da dor ciática.

As compressões podem ser feitas por uma hérnia de disco ou por um bico de papagaio que estejam presentes na coluna do indivíduo acometido, por exemplo.

Além disso, causas menos comuns de ciatalgia como tumores, alterações inflamatórias nas articulações do local e problemas musculares, também podem ser observadas em alguns pacientes.

Ciatalgia

Sintomas e diagnóstico

A dor ciática tem como traço marcante um incômodo que “desce” da base da coluna, passa por toda a perna e chega até o calcanhar.

Além disso, como já foi dito, a dor é notada em apenas um dos lados do corpo.

Pacientes acometidos com casos mais severos de ciatalgia, relatam: 

  • dores excruciantes sobretudo acima das nádegas; 
  • dormência na região; 
  • fisgadas violentas; 
  • “travamentos” nas pernas.

O profissional indicado para realizar o diagnóstico de dor ciática é o médico ortopedista.

Isto porque a ciatalgia pode ser confundida com outras condições que acometem principalmente as costas, por isso, o diagnóstico feito por um especialista da área é decisivo.

É possível o alívio dos sintomas?

Os sintomas da ciatalgia desaparecem na maioria dos casos em, no máximo, seis semanas.

O mero repouso e o uso de medicamentos como antiinflamatórios e relaxantes musculares costumam resolver o problema, ajudando o corpo a se regenerar das lesões.

Mas é imprescindível que a pessoa acometida respeite o tempo de repouso e não force a região lombar nesse período.

Qual o tratamento para ciatalgia?

Medidas conservadoras são o tratamento definitivo em mais de 90% dos casos de dor ciática.

Porém, alguns casos costumam ser mais graves, sobretudo em pacientes com idade mais avançada.

Nesses casos, tratamentos como injeções locais de corticoide podem ser considerados.

Existem também opções de tratamentos que ainda estão em fase de teste pelos especialistas, como a ozonioterapia.

Se os sintomas persistirem e/ou piorarem mesmo após as seis semanas e o uso de tratamento menos invasivos, a intervenção cirúrgica pode tornar-se opção.

A persistência dos sintomas indica lesões nevrálgicas mais severas, por isso há a necessidade de intervenção cirúrgica nesses casos.

Se você sentir qualquer sinal de ciatalgia, procure imediatamente um especialista para iniciar o tratamento.

Dessa forma, evitará a perda da qualidade de vida.

Cuide do seu quadril

Agende uma consulta com um especialista!

AGENDE SUA CONSULTA

Blog e Artigos

A composição total do quadril é classificada como a maior articulação do corpo humano. E é justamente por ter diversos músculos, tendões e...

O quadril é um dos maiores grupos de articulações que existem no corpo humano, contendo diversos componentes. Essa importante peça do corpo...

A Artrite Reumatoide é caracterizada como uma doença inflamatória crônica que pode afetar várias articulações do corpo. Entre elas, o...