HORÁRIO DE ATENDIMENTO:
Seg. a Sex. das 8h às 18h

Bastante comuns na idade adulta, as dores e doenças da coluna atrapalham muito as atividades do dia-a-dia, o que acaba prejudicando muito a qualidade de vida do indivíduo. E suas causas variam muito: podem estar relacionadas a má postura, a uma lesão ou ao sedentarismo. Contudo, apenas um médico especializado pode determinar a real causa do problema.

Entre as doenças mais comuns, que atingem milhares de pessoas ao redor do mundo, estão a escoliose/cifose. Você conhece as diferenças entre essas condições? Como elas se manifestam?

Escoliose/Cifose

Escoliose

Trata-se da doença que mais afeta a população atualmente. Ela se manifesta pela curvatura anormal da coluna vertebral, que ocorre nos três planos espaciais. Ou seja, ela se torce no próprio eixo: para frente, para trás e para os lados.

Sua causa pode ser congênita (de nascença), neuromuscular, idiopática (sem causa aparente) e até mesmo pós-traumática. Portanto, um paciente com escoliose pode apresentar muitas assimetrias, como por exemplo, quadris e ombros com diferença de altura, coluna com mais intensidade para um dos lados, e em alguns casos, muita dor no local.

Assim, dependendo do nível de torção, a escoliose é classificada com menor ou maior gravidade, sendo dividida em 3 tipos principais, como dito anteriormente:

  • Congênita – associada a problemas de formação nas vértebras, ou pela fusão de costelas durante o desenvolvimento do feto ou recém-nascido;
  • Neuromuscular – suas causas estão ligadas a fraqueza muscular ou paralisia em decorrência de outras doenças;
  • Idiopática: bastante comum em adolescentes, pelo fato da taxa de crescimento nesta fase ser muito rápida. Causas desconhecidas.

Seu tratamento irá depender do tipo de escoliose, tamanho da deformação e localização da curvatura. Existem 3 formas de correção mais usadas: cirurgia, colete e fisioterapia.

Cifose

Também conhecida como hipercifose, trata-se de uma curvatura presente na coluna vertebral que faz com que a região superior das costas pareça mais arredondada do que o normal. Todos nós temos um grau de curvatura na coluna. Contudo, quando ela tem mais de 45 graus, é considerada excessiva.

Assim, na maior parte dos casos é de causa idiopática, ou seja,sem uma causa definida. Entre as teorias sobre esta deformidade estão associadas a má postura, herança genética, traumatismo na coluna vertebral, reumatismos e outros. Em algumas pessoas, ela pode gerar dores nas costas e cansaço.

Entre os principais tipos de cifose, podemos citar:

  • Estrutural;
  • Postural;
  • Primária ou idiopática;
  • Secundária.

Existem também as doenças que causam cifose, como a osteoporose (por conta da fraqueza dos ossos), espondilose (desgaste fisiológico), neurofibromatose (doença genética), entre outras.

Assim como grande parte dos problemas de coluna, a cifose é tratada com fisioterapia. O profissional terapeuta ajuda na correção postural e também no fortalecimento da região. Além disso, indica-se também o uso de coletes. Para isso, há diferentes tipos de coletes. Somente o médico poderá indicar a mais adequada para o paciente!

Caso você ainda tenha dúvidas sobre ambas condições, entre em contato com a gente!

Cuide do seu quadril

Agende uma consulta com um especialista!

AGENDE SUA CONSULTA

Blog e Artigos

A composição total do quadril é classificada como a maior articulação do corpo humano. E é justamente por ter diversos músculos, tendões e...

O quadril é um dos maiores grupos de articulações que existem no corpo humano, contendo diversos componentes. Essa importante peça do corpo...

A Artrite Reumatoide é caracterizada como uma doença inflamatória crônica que pode afetar várias articulações do corpo. Entre elas, o...