HORÁRIO DE ATENDIMENTO:
Seg. a Sex. das 8h às 18h

Quais exercícios para quem tem desgaste no quadril?

Dr. Daniel Daniachi Ortopedista e Traumatologista especialista em cirurgia do quadril

Muitas pessoas são acometidas por desgaste no quadril.

O quadril é responsável por dar suporte ao peso do corpo e nos permite a locomoção.

Nessa região, existe uma composição bastante complexa que envolve a bacia, o fêmur, bem como ligamentos e músculos que permitem a manutenção da superfície das articulações.

Neste texto falaremos dos exercícios para quem tem desgaste no quadril.

Os exercícios podem ser feitos, também, para fortalecimento e a fim de evitar lesões.

Caso você tenha interesse pelo tema, continue a leitura e aprenda um pouco mais!

Exercícios de Pilates para o quadril

O pilates é uma excelente opção para reabilitação.

Esse método permite a realização de exercícios específicos para a musculatura afetada.

Com isso, tem-se todo um conjunto de movimentos que ajudam a fortalecer a região.

O fortalecimento melhora os sintomas e o quadro clínico geral, além da região afetada.

Dentre os exercícios de Pilates para o quadril, temos:

  • Side kick kneeling: o corpo fica posicionado de lado e com um joelho e uma das mãos apoiadas no chão. A outra perna é movimentada para frente, como em um chute. Esse movimento fortalecerá os abdutores, flexores laterais e rotadores externos.
  • Perna para cima e para baixo: o paciente deve deitar com a barriga para cima. Posteriormente, elevar um pé de cada vez com a perna esticada, depois abaixar e realizar o movimento novamente.
  • Sidekicks: para cima e para baixo: deve-se deitar de lado com a cabeça apoiada no braço esticado. A outra mão (oposta ao lado em que se deitou) deve ser apoiada para dar sustentação. A perna livre deve ser levantada e abaixada.

Natação

A natação é bastante indicada, pois não é uma atividade física que sobrecarrega os membros inferiores, além não não ser um exercício de impacto.

Isto é, como os demais exercícios aquáticos, a água reduz a sobrecarga nas articulações que seria apresentada no contato com o solo.

Ademais, a natação permite a perda de peso, o que reduz a sobrecarga que incide nos quadris.

Prancha tradicional e lateral

Fortalecer o CORE é fundamental para a sustentação do corpo.

A prancha tradicional deve ser feita deitando-se de barriga para baixo. Os cotovelos e antebraços devem ficar na altura dos ombros.

As pernas estendidas.

Deve-se contrair o abdômen e elevar o quadril sempre estando atento ao alinhamento do corpo.

A prancha lateral é feita deitando-se de lado com o cotovelo em 90 graus.

As pernas devem estar esticadas.

Faz-se a elevação do corpo, mantendo um triângulo na parte inferior em relação ao chão.

Alongamentos

Os alongamentos são fundamentais também para a saúde muscular e articular.

Uma opção é utilizar uma toalha. Deitar de costas colocando a toalha dividida ao meio, segurando pelas pontas e apoiando o centro dela na sola dos pés.

Você deverá puxar os pés em sua direção.

O pé deve sempre estar com a ponta virada para o seu sentido.

Nesse alongamento você sentirá a parte posterior da sua coxa sendo alongada.

Dr. Daniel Daniachi

Excelência em ortopedia do quadril.

Para agendamento de consultas, clique neste link.

Caso queira mais informações, entre em contato conosco!

Textos como este estão disponíveis em nosso blog.

Preencha o formulário e agende sua consulta

loading...

INFORMAÇÕES DO AUTOR:

Dr. Daniel Daniachi Ortopedista e Traumatologista especialista em cirurgia do quadril

Formado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP), possui residência médica em Ortopedia e Traumatologia pela mesma instituição de ensino e subespecialização em Cirurgia do Quadril.
Registro CRM-SP nº 117036.